quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

NÚMERO DE HOMICÍDIOS CAI 23,2% EM 2018 EM PERNAMBUCO, DIZ SDS


A Secretaria de Defesa Social (SDS) divulgou, nesta terça-feira, dia 15 de janeiro, o balanço com os números de homicídios em Pernambuco em 2018.
De acordo com a SDS, no último ano, foi registrada uma redução de 23,2% nos casos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) no comparativo com 2017, saindo de 5.427 vítimas para 4.166.
De acordo com os dados, em média, foram assassinadas 11 pessoas por dia em Pernambuco. Segundo a Secretaria, essa é a maior queda percentual desde a criação do programa Pacto Pela Vida, em 2007.
Considerando apenas o mês de dezembro, a redução de notificações de CVLIs caiu 22,7%, em relação ao mesmo período de 2017. De acordo com a SDS, dezembro de 2018 foi o 13º mês consecutivo de queda nesse tipo de crime.
CIDADES SEM HOMICÍDIOS
Dos 185 municípios do Estado, apenas seis não registraram CVLIs em 2018. As cidades de Brejinho, Calumbi, Quixabá, Santa Cruz, Serrita, todas no Sertão de Pernambuco, e Salgadinho, no Agreste, além do Arquipélago de Fernando de Noronha, finalizaram 2018 sem registro de homicídios.

REGIÕES
A região de Pernambuco onde houve a maior diminuição dos CVLIs foi o Agreste, com -31,08%. De 2017 para 2018, o número saiu de 1.419 homicídios para 978. No Sertão, a redução foi de 17,46% em relação aos 607 casos de CVLI em 2017.
A Região Metropolitana do Recife (RMR), sem incluir a capital, registrou a segunda maior redução. foram registrados 1.240 homicídios em 2018, contra 1.571 no ano anterior. Uma queda de 21,07%. Já na Zona da Mata, o número de CVLIs caiu 18,48%, saindo de 1.039 em 2017 para 847 homicídios em 2018.
No Recife, de janeiro a dezembro de 2018, foram registradas 600 homícidios, 191 a menos que o mesmo período de 2017, quando 791 pessoas foram mortas. Segundo a SDS, houve um decréscimo de 24,15%.
FEMINICÍDIOS
Apesar da redução no número de CVLIs, os casos de feminicídio, quando a vítima é morta apenas por ser mulher, tiveram uma tímida redução. Em 2018, foram registrados 75 feminicídios. Já em 2017, 76 mulheres foram vítimas do crime.
LATROCÍNIO
Em 2018, a taxa de latrocínio, roubo seguido de morte, por 100 mil habitantes caiu em 48,2% comparado a 2017. De 2,63 vítimas por 100 mil habitantes, caiu para 1,36 no último ano. Em termos de números absolutos, de 250 crimes do tipo em 2017, o número foi para 131 em 2018.
MOTIVAÇÕES
De acordo com os dados apresentados pela SDS, 67,83% dos CVLIs registrados em 2018 têm relação com o tráfico de drogas, acerto de contas e outras atividades criminosas. O número representa mais dois terços dos homicídios ocorridos no ano.