sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

ATAQUE A BANCO NO CEARÁ TERMINA COM 12 MORTOS. ENTRE AS VÍTIMAS, 5 REFÉNS DE UMA MESMA FAMÍLIA DE SERRA TALHADA, PE


Um familiar dos reféns mortos concedeu entrevista ao radialista Normando Sóracles, do site miséria.com e confirmou que quatro familiares viajavam numa caminhonete modelo Ford Ranger, quando foram atacados pelos criminosos nas proximidades do hospital de Milagres e acabaram sendo mortos, a tiros, em meio à troca de tiros entre PMs e bandidos. Contudo, no hospital de Milagres foram contados cinco mortos, sendo o comerciante, uma mulher e três jovens.

Um dos mortos era o guiador da Ranger, o comerciante pernambucano *João Magalhães, 48 anos*, dono de uma loja de produtos de informática em Serra Talhada. Com ele estava seu filho, *Vinícius, de 13 anos;* além de uma cunhada e uma sobrinha. *João e o filho haviam ido a Juazeiro do Norte* buscar as duas *mulheres* que desembarcaram de um voo procedente de São Paulo e todos seguiam para Pernambuco. A quinta pessoa morta não foi identificada.

Já em relação aos criminosos mortos, a Polícia não deu informações sobre suas identidades. O Comando Geral da Polícia Militar do Ceará, em Fortaleza, está em contato com as forças policiais em Milagres para se inteirar do fato. O episódio também está sendo acompanhado pelo Palácio da Abolição.
O governador Camilo Santana (PT) soube do fato no começo da manhã quando recepcionava nesta Capital o ministro da Justiça e da Segurança Pública, *Raul Jungmamm,* que veio ao Ceará inaugurar o Centro Regional de Inteligência.

Informações do Site Miséria/ via grupo no Whatsapp