sexta-feira, 3 de agosto de 2018

CÚPULA DO PT DERRUBA RECURSO DE MARÍLIA ARRAES


O Diretório Nacional do PT derrubou, há pouco, por 57 votos a 29, um recurso que pedia a manutenção da candidatura própria ao governo de Pernambuco com Marília Arraes. O lançamento de Marília, vereadora em Recife e neta do ex-governador pernambucano Miguel Arraes, foi defendido por uma ala de dirigentes petistas insatisfeitos com o acordo de apoiar a reeleição de Paulo Câmara (PSB).
Ontem à noite, o diretório do PT em Pernambuco chegou a aprovar a candidatura de Marília, criando uma saia-justa para a cúpula da legenda. A vereadora, inclusive, foi à reunião nacional hoje em São Paulo e disse, mais cedo, que estava no encontro para defender a decisão de Pernambuco, e não para debatê-la.
A determinação do PT para a retirada da candidatura de Marília faz parte de um acordo mais amplo com o PSB, que ficará neutro na disputa presidencial – na prática, isolando Ciro Gomes (PDT) no campo da centro-esquerda.
Em 2012, o comando nacional do PT já havia interferido em uma disputa em Pernambuco. Naquele ano, o Diretório Nacional anulou as prévias em que o então prefeito do Recife, João da Costa, foi escolhido como candidato à reeleição. O senador Humberto Costa foi o escolhido pela direção e depois perdeu para Geraldo Julio (PSB). Julio se reelegeu em 2016 contra um petista, João Paulo.
Os defensores da candidatura de Marília podem recorrer ao Encontro Nacional do PT, que acontece amanhã, em São Paulo. Entretanto, Marília considera a opção de abrir mão da candidatura e disputar uma cadeira de deputada federal. Magno Martins