terça-feira, 31 de julho de 2018

PARA EVITAR ATAQUES, TJPE PROÍBE FÓRUNS DE GUARDAREM ARMAS E DROGAS



O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) determinou a proibição do armazenamento de armas e drogas dentro dos fóruns do Estado. A medida, incentivada pelo Conselho Nacional de Justiça, tem o objetivo de tentar evitar os frequentes ataques que estão sendo registrados pelo País.

Na semana passada, reportagem do jornal Folha de S. Paulo relatou que a Polícia Civil paulista suspeita que membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) estariam planejando ataques aos fóruns do País para roubar armas.

Um ofício assinado pelo presidente do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, no final de junho, solicitou aos magistrados e chefes de secretaria que agilizassem o encaminhamento das armas e munições apreendidas ao Exército, como recomenda o CNJ, a fim de serem destruídas ou doadas.

Segundo estatísticas do CNJ, entre novembro de 2017 e abril deste ano, cerca de 150 mil armas e munições apreendidas e sob a guarda do Poder Judiciário foram encaminhadas ao Exército Brasileiro.

Questionada pelo Ronda JC, a assessoria do TJPE informou que, por enquanto, nenhum reforço de segurança está previsto para os fóruns do Estado.

Ronda Jc