quinta-feira, 26 de abril de 2018

AGROVALE COMEÇA SAFRA 2018 COM BOAS PERSPECTIVAS E UMA MISSA EM AÇÃO DE GRAÇAS



A expectativa de moer 1,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar até o próximo dia 13 de novembro, produzir 2,4 milhões de sacos de açúcar com 50 quilos cada, 64 milhões de litros de etanol e gerar 20.000 MW de energia a partir do bagaço da cana. Estas são as metas da Agrovale para a safra 2018, anunciadas na manhã desta quarta-feira (25), durante a realização de uma missa em ação de graças pelo início da 39ª moagem da empresa.

O ato religioso, celebrado pelo padre Graciomar Pereira no pátio administrativo da maior empresa produtora de açúcar, etanol e bioeletricidade da Bahia, foi marcado por muita emoção e a participação ativa dos funcionários, convidados e a diretoria. Um dos momentos que mais chamou a atenção do público foi o ofertório, quando um grupo de colaboradores levou até o altar equipamentos e instrumentos de trabalho, a exemplo do capacete de segurança e o facão canavieiro.

Segundo o diretor vice-presidente da Agrovale, Denisson Flores, a celebração campal marca o início da moagem e o reconhecimento das graças alcançadas ao longo de 46 anos de existência. “É um momento de fé e agradecimento ao Nosso Senhor Deus por tudo que dele recebemos. Entregamos também ao pai os nossos pedidos de uma boa safra e de resultados favoráveis para todos nós”, concluiu.


Antes das bênçãos finais, o padre franquiou a palavra e alguns colaboradores lembraram momentos significativos de safras passadas, a evolução dos índices de produção e o envolvimento pessoal de cada um para o cumprimento das metas.