quinta-feira, 15 de março de 2018

NÚMERO DE HOMICÍDIOS EM PERNAMBUCO CAI EM FEVEREIRO, DIZ SDS

Homicídio
Foto: Anderson Stevens/ Folha de Pernambuco

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) divulgou, nesta quinta-feira (15), os números de vítimas de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no Estado em fevereiro deste ano. De acordo com a SDS, o número de homicídios caiu em fevereiro em comparação ao mês passado: foram registradas 416 mortes, enquanto o órgão registrou 451 homicídios em janeiro.

Em fevereiro, a redução é de 16,13% em relação ao mesmo mês em 2017, quando foram registradas 496 mortes violentas. Janeiro deste ano já havia registrado uma redução de 6,08% no quantitativo de CVLIs em comparação com janeiro de 2017.

Entre os casos em fevereiro, 75% foram motivados por atividades criminais, como tráfico de drogas e acertos de contas entre grupos rivais. Ainda segundo a SDS, os conflitos em comunidades representam 15,1% dos homicídios totais. 

 Em relação às ocorrências de feminicídio, a Secretaria registrou apenas um caso no Estado no mês passado, 75% a menos do que no mesmo mês em 2017. 

Ainda de acordo com os dados da SDS, foram efetuadas 157 prisões de acusados de homicídios em fevereiro, sendo 69 flagrantes. Também foram apreendidas 480 armas e foram cumpridos 334 mandados de prisão.

No total, Pernambuco já registra 867 vítimas de crimes violentos nos dois primeiros meses de 2018. No Recife, foram 113 mortes. Na Região Metropolitana do Recife (exceto a capital), 273 casos foram computados - os municípios com maior quantidade de homicídios foram Jaboatão dos Guararapes e Olinda, onde aconteceram, respectivamente, 66 e 46 crimes.
Em nota, o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antonio de Pádua, alegou que a aplicação de recursos para a segurança em Pernambuco tem crescido e que mais de 6 mil policiais estão ingressando nos quadros, além de estarem sendo criados mais de cinco batalhões e companhias da Polícia Militar e nove delegacias de Repressão ao Narcotráfico.

Por: Portal FolhaPE