quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

PARA HUMBERTO COSTA, ALIANÇA VAI DEPENDER NÃO SÓ DE INFLEXÃO DO PSB

Em visita a Petrolina nesta quinta-feira (28) o senador Humberto Costa (PT) reforçou que o PSB, partido que pode caminhar junto nas eleições de 2018, fez uma inflexão na sua posição e, hoje, se coloca contrário ao presidente Michel Temer (PMDB). Apesar disso, o parlamentar avaliou que uma aproximação no próximo ano vai depender ainda de outros fatores.
“Acho que, naturalmente, o PSB fez uma inflexão na sua posição. Ele hoje tem posição contrária ao Governo Temer. Não sei se é o suficiente para ter algum tipo de aproximação. Tem que passar pela discussão da nacional, se houver ou não algum tipo de apoio a Lula, tem que passar também pela questão para analisarmos se politicamente é bom na aproximação ou não. Tudo vai se resolver acredito que até abril. Por enquanto, tudo é especulação”, afirmou.
O senador declarou que até o presente momento não há nada acertado e nenhuma discussão encaminhada sobre possibilidade de aliança. “Nem para um lado nem para o outro”, disse. “Eu espero que possamos fazer aliança para que o partido possa retomar os espaços na Câmara Federal. Mas no presente momento não há avanço nessa questão. O importante é que aqui em Pernambuco como no Brasil inteiro temos a prioridade da eleição do presidente Lula. A partir daí vamos discutir a situação de todos os estados e vamos tomar a posição que sejam boas para o Estado e para o Brasil”, completou.
Edenevaldo Alves