quarta-feira, 11 de outubro de 2017

REASSENTADOS DO PROJETO FULGÊNCIO GANHA LIMINAR DA JUSTIÇA IPENDINDO QUE A CELPE CORTE NOVAMENTE A ENÉRGIA, ATÉ A NEGOCIAÇÃO QUE OCORRE DIA 11 DE NOVEMBRO E GARANTE QUE ESTÃO PRONTO PARA LUTAR POR SEUS DIREITOS

Os agricultores do projeto irrigado Fulgêncio que desde de sexta- feira 6 de outubro de 2017 ocuparam a subestação da celpe, pra que a empresa hidrelétrica não cortasse a enérgia da EB1 que bombeia água para agricultura e consumo humano no referido projeto. Os agricultores fizeram virgília no local até terça- feira dia 10 do referido mês e ano, quando receberam uma liminar da justiça afirmando que a empresa não iria cortar a enérgia até a negociação que vai  ser no dia 11 de novembro de 2017. Os agricultores em conversa com a nossa redação informou que quem desligou a enérgia não foi um terrorista, nem um suicida, foi quem conhece algo de eletricidade e  sabia o que estava fazendo e que nem colocou em risco a vida dele e nem a vida de ninguém respondendo ai o que a celpe tinha falado em nota. E os agricultores frisaram que caso o governo não resolva, eles estão prontos para lutarem por seus direitos.

O reporter da rádio Orocó Fm Gilberto Pereira ouviu os agricultor na tarde desta terça feira 10 de outubro segundo os agricultores projeto Fulgêncio em Santa Maria da Boa Vista eles saíram  da suas terras natal pra gerar energia e agora o governo fica humilhando os produltores.
Por Gilberto Pereira/Orocó Fm