segunda-feira, 30 de outubro de 2017

CASO BEATRIZ: POLÍCIA CIVIL PEDE PRUDÊNCIA E DIZ QUE JÁ APURA EM LAGOA GRANDE INFORMAÇÕES SOBRE SUSPEITO DO CRIME

A assessoria de imprensa da Polícia Civil de Petrolina pediu prudência com a informação de um suspeito de ser o assassino confesso da menina Beatriz. A informação é que os investigadores estão em Lagoa Grande ouvindo um suspeito, preso acusado de outro crime, o assassino de Jean Carneiro, funcionário da Secretaria de Assistência Social e foi morto brutalmente a pedradas. A foto do acusado circula nas redes sociais e "aparência" com a foto divulgada pelo assassinato da menina Beatriz despertou os internautas. De acordo com informações foi preciso ampliar a segurança na Cadeia Pública de Lagoa Grande visto que parte da população queria "linchar" o acusado.

O suspeito tem o apelido de "Boca Grande". O delegado do caso diz que ele, o acusado não confessou o crime. A semelhança do acusado com o retrato falado divulgado pela Polícia Civil de Pernambuco causou uma série de informações através das redes sociais associando a foto ao crime. Ainda de acordo com informações em Petrolina ele fará exame de DNA, que será comparado com o material colhido na faca utilizada no assassinato de menina Beatriz.

A assessoria da Polícia disse que assim que concluir a apuração informa a imprensa. Novas informações a qualquer momento.

Redação Blog Geraldo josé